São Borja: Prefeito recebe documento da classe empresarial contra o fechamento do comércio

Na segunda-feira (15/03), o prefeito Eduardo Bonotto recebeu da Associação Comercial, Industrial, Prestação de Serviços e Agropecuária de São Borja (ACISB), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Sindicato dos Lojistas (SINDILOJAS) um documento constando a insatisfação da classe empresarial com o fechamento do comércio. Conforme exposto no documento, os empresários afirmam que vêm sendo constantemente prejudicados com os decretos do Governo do Estado.

O ato aconteceu após uma carreata organizada pela ACISB, CDL e SINDILOJAS que contou com a participação de empresários de todos os setores e reuniu mais de 200 carros, num ato de protesto. Na carreata foi destacado que todo trabalho é essencial e que as entidades representativas do comércio concordam que é preciso preservar vidas, mas defendem que os empreendedores não podem deixar de trabalhar, tendo em vista o momento tão difícil e cheio de incertezas que afeta a vida das pessoas e a economia.

O documento entregue ao prefeito cita todos os cuidados/protocolos que o comércio vem adotando para se manter aberto. Também consta que as empresas estão fadadas a falência caso o governador persista com a bandeira preta sem a permissão da cogestão por parte dos prefeitos.

“Sabemos que temos que preservar vidas, mas não podemos deixar de trabalhar. Devemos respeitar as famílias que estão de luto e todos aqueles que estão enfermos, mas precisamos continuar. Nossas empresas estão fechadas por esse decreto absurdo do nosso governador Eduardo Leite, a quem pedimos socorro e não somos atendidos. Precisamos muito que nossas empresas voltem a operar para conseguir vencer todos os obstáculos causados pela pandemia”, afirma o presidente da CDL, Neronei Cargnin.

O prefeito Eduardo Bonotto afirmou que irá encaminhar as reivindicações dos comerciantes aos órgãos responsáveis e afirmou que entende a preocupação de cada setor. Bonotto lembra que São Borja depende economicamente dos empregos gerados pelo comércio, serviços e pequenas empresas além de que todo o trabalho é essencial para poder pagar as contas e trazer o sustento da família.

“Por isso, estaremos sempre buscando as melhores soluções para essa questão, respeitando sempre as medidas de prevenção e combate a Covid-19”, afirma o prefeito.

Também acompanharam a entrega do documento ao prefeito o chefe de gabinete, Reinaldo Garcia e a representante do senador Luis Carlos Heinze, Caroline Aquino.

Foto: Lilian Machado/DECOM PSMB

Comente com o Facebook
Compartilhe