São Borja: Campanha de vacinação contra a gripe H1N1 vai iniciar na próxima segunda-feira

De forma paralela à campanha de vacinação contra a Covid-19, este ano também será realizada a campanha de imunização contra o vírus Influenza, da gripe. As doses de prevenção ao vírus H1N1 começarão a ser aplicadas na segunda-feira, 12 de abril, estendendo-se o período pelo menos até 09 de julho. Entretanto, as pessoas incluídas nos grupos prioritários na campanha contra a gripe devem respeitar intervalo de pelo menos 14 dias em relação à primeira ou à segunda dose de prevenção à Covid. A coordenação geral das ações no país é do Ministério da Saúde.

A influenza é uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório e é de alta transmissibilidade. Em 2021, será realizada a 23ª campanha nacional de vacinação contra a gripe. O objetivo é prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos e suas consequências sobre os serviços de saúde. Outra finalidade é reduzir os sintomas da doença, que muitas vezes são confundidos com os da Covid-19.

Em São Borja, as duas campanhas têm coordenação geral da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Já a coordenação das ações executivas locais é da Central de Vacinas. A exemplo da vacinação contra o Coronavírus, também a da gripe terá aplicação respeitando os grupos prioritários, de modo a observar também todos os protocolos sanitários. É preciso evitar aglomerações e segue obrigatório o uso de máscara de proteção, para evitar contágios.

As ESFs (Estratégias de Saúde da Família), seguindo orientação da SMS, voltaram a funcionar em horário ampliando. Já a partir da segunda-feira, 5 de abril, todas as unidades estão atendendo em dois turnos – das 7h30min às 11h30min e das 13h às 17h, de segunda à sexta-feira. “Medidas práticas como esta que estamos adotando visam ampliar as chances de atendimento à população e, ao mesmo tempo, ampliar o distanciamento social”, segundo destaca a secretária municipal de Saúde, Sabrina Loureiro.

A recomendação é a mesma em relação às do Coronavírus. As pessoas que integram os grupos prioritários devem se dirigir a uma ESF (Estratégia de Saúde da Família), pela manhã ou à tarde, ou então à Central de Vacinas (antigo hospital São Francisco), também no turno da manhã ou da tarde.

Grupos e cronograma

Os grupos prioritários a serem vacinados contra a gripe são basicamente os mesmos da edição anterior da campanha. Muda, porém, parcialmente, a ordem cronológica de aplicação das doses, segundo orienta a diretora da Central de Vacinas, Caren Vidal. Além disso, a prioridade de aplicação será sempre imunização em andamento contra a Covid-19.

O Ministério da Saúde definiu três etapas da campanha, de abril ao início de julho. A primeira etapa será de 12 de abril a 16 de maio. Serão abrangidas crianças de seis meses a cinco anos 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores na área de saúde.

Já a segunda etapa da campanha será entre 11 de maio a 08 de junho. O público-alvo serão os idosos a partir dos 60 anos e professores em exercício. Os idosos serão vacinados mais tarde contra a gripe, este ano, para dar tempo para que completem a aplicação das duas doses de proteção à Covid-19.

A terceira etapa da campanha será desenvolvida no período de 09 de junho a 09 de julho. Serão vacinados, no período, os trabalhadores no transporte público urbano de longo curso, servidores das forças de segurança e salvamento e trabalhadores portuários. Ainda serão abrangidos os militares das Forças Armadas, trabalhadores no Presídio Estadual, população privada de liberdade e jovens de 16 a 18 anos que estejam cumprindo medidas socioeducativa.

Fonte: Comunicação Prefeitura Municipal de São Borja

Comente com o Facebook
Compartilhe