Rejeição de Bolsonaro na pandemia vai a 54% , diz Datafolha

O trabalho do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia do novo coronavírus chegou ao seu maior nível de rejeição. Segundo o Datafolha, 54% dos brasileiros classificam a sua atuação como ruim ou péssima, justamente na semana em que foi apresentado o quarto ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.
O levantamento realizado durante o mês de janeiro, a rejeição à atuação de Bolsonaro na pandemia era de 48%.
Atualmente, o índice daqueles que acham boa ou ótima a gestão da crise passou de 26% para 22%, enquanto a vê como regular foi de 25% para 24%. Não emitiram opinião 1% das pessoas consultadas.
O instituto ouviu por telefone 2.023 pessoas nos dias 15 e 16 de março. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos. A pesquisa indicou que 43% consideram que o presidente é o principal culpado pela fase mais aguda da pandemia.
FONTE: Correio do Povo
Por: GNI Grupo de noticias integrada 
Comente com o Facebook
Compartilhe