Colunista psicóloga Polyana Seifert fala sobre Desenvolvimento Infantil

O desenvolvimento infantil ocorre de forma gradativa e a criança vai adquirindo habilidades que lhe permitirão oportunidades de aprendizagem e interação com o mundo que a cerca.

O ser humano é um ser social, isso quer dizer que se desenvolve e aprende a partir das relações e das trocas que estabelece no contato com outros seres igualmente sociais.

 Sendo assim, a família é o primeiro núcleo social do qual a criança participa e a partir dessas interações sociais os processos de aprendizagem e desenvolvimento vão acontecendo, a escola, enquanto instituição social, também tem um importante papel na medida em que possibilita a convivência e a troca de experiências entre crianças com diferentes níveis de desenvolvimento.

Portanto, para o bom desenvolvimento da criança, as condições e o bem-estar físico emocional e social se fazem necessários. A importância dos primeiros meses e anos de vida na constituição do sistema nervoso da criança é fundamental.

Para que o desenvolvimento e o crescimento aconteçam de forma satisfatória, são necessárias condições básicas, sustentadas em três pilares:

  • saúde, proteção e segurança;
  • oportunidade de aprendizagem adequada;
  • interações positivas.

A qualidade do desenvolvimento na primeira infância terá influência nos resultados e na saúde na vida adulta.

As crianças têm coisas a dizer e não são poucas coisas, em relação aos seus sofrimentos, às suas descobertas, às suas angústias, aos seus medos. E só é possível por meio da palavra nas suas diferentes formas: jogar, brincar.

O jogo dramático, como um sonho, é uma manifestação plena de sentido e a função do jogo é elaborar as situações traumáticas, fazendo ativo o que foi sofrido passivamente, pois a criança expressa com os brinquedos os seus conflitos, pois abrindo a possibilidade de jogar se abrirá a possibilidade de pensar.

Orienta-se a se sentar na altura da criança e brincar com ela, com brincadeiras de faz de conta (casinha, fazenda, posto de gasolina, etc.), que estimulam a criança a falar, mesmo que seja apenas o som das coisas e dos animais.

Salienta-se que o psicólogo pode atuar tanto de forma preventiva quanto terapêutica.

Para mais informações e agendamentos, entre em contato:

WhatsApp/ (55) 991562039 ou pelos telefones:

(55) 34303121 – ATAPESB – Associação dos trabalhadores aposentados e pensionistas de São Borja.

(55) 34312035 – Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Borja.

Psicóloga Polyana Moura Seifert.

Pós-graduanda em Psicopedagogia e Educação Especial.

CRP 07/33894

Comente com o Facebook
Compartilhe